Defensoria Pública participa de lançamento de versão impressa de Atlas de Conflitos Socioterritoriais Pan-Amazônico

O evento ocorreu na tarde da última terça-feira, 26, no Museu Sacaca.

Por Rafael Guerra
27 Out de 2021, 1 mês atrás
Defensoria Pública participa de lançamento de versão impressa de Atlas de Conflitos Socioterritoriais Pan-Amazônico

 

A Defensoria Pública do Estado do Amapá (DPE-AP) participou do lançamento da versão impressa do Atlas de Conflitos Socioterritoriais Pan-Amazônico. O evento ocorreu na tarde da última terça-feira, 26, no Museu Sacaca.

A publicação foi organizada pela Comissão Pastoral da Terra (CPT).

Segundo a defensora pública Júlia Lordelo, que representou a instituição no evento, os dados demonstram o quanto o Estado brasileiro não tem agido a favor da preservação do modo de vida das comunidades tradicionais e extrativistas. Na verdade, o não reconhecimento de posses seculares dos povos indígenas e das áreas de comunidades quilombolas é o que tem causado cada vez mais violência no campo.

“Trazendo para o âmbito local, o Amapá apresenta um grande risco socioambiental, com registro de estudos que já documentam contaminação de mercúrio por atividade de mineradoras e insegurança quanto à segurança das barragens de rejeito", ressaltou.

Lordelo finalizou lembrando que países latinoamericanos já foram, diversas vezes, condenados por violações ao direito ao modo de vida tradicional, inclusive o Brasil, no caso Garibaldi.