Arandu - Norteando Direitos: revista científica das Defensorias Públicas da Região Norte do Brasil é lançada nesta quinta-feira, 16

O objetivo é dar visibilidade para as temáticas jurídicas amazônicas.

Por Jeanne Maciel
17 Dez de 2021, 2 meses atrás
Arandu - Norteando Direitos: revista científica das Defensorias Públicas da Região Norte do Brasil é lançada nesta quinta-feira, 16

 

A revista científica “Arandu - Norteando Direitos”, pensada e elaborada pelas sete Defensorias Públicas da Região Norte, teve sua primeira edição lançada em conjunto nesta quinta-feira, 16.

O objetivo do periódico é dar visibilidade as temáticas jurídicas próprias do contexto amazônico, onde há uma proximidade de vivências e vulnerabilidades. A parceria é uma iniciativa das Defensorias Públicas dos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Para o defensor público Eduardo dos Anjos, que representou o Amapá nos trabalhos de criação da Arandu, o lançamento da revista é um “marco evolutivo” no trabalho das Defensorias Públicas do Norte. “Sabemos que o norte do país possui características intrínsecas à região, que demandam uma atuação cada vez mais específica das Defensorias Públicas que aqui estão localizadas”, comentou.

Eduardo aponta a revista como um ambiente para debater as vulnerabilidades da região norte. “A produção científica das Defensorias Públicas da região norte se constitui um excelente instrumento para dar visibilidade a incidência de algumas vulnerabilidades que só ocorrem aqui e ampliar a discussão sobre direitos dessas populações” observou o defensor público.

O evento de lançamento, que ocorreu no plenário da Defensoria Pública de Roraima, contou com a palestra “O ciclo das vulnerabilidades e as Defensorias Públicas”, do defensor público do Amazonas, doutor Maurílio Casas Maia.

Confira a revista Arandu - Norteando Direitos na íntegra pelo link https://editorial.defensoria.to.def.br/revista-arandu/edicao/3