Assistido da Defensoria Pública é absolvido no Júri

O julgamento ocorreu na última terça-feira, 9, em Macapá.

Por Rafael Guerra
10 Nov de 2021, um ano atrás
Assistido da Defensoria Pública é absolvido no Júri

 

Assistido pela Defensoria Pública do Estado do Amapá (DPE-AP), um homem foi absolvido do crime de tentativa de homicídio. O Júri ocorreu na última terça-feira, 9, em Macapá.

O crime ocorreu em setembro de 2012, quando dois homens, um deles com uma faca, agrediram e tentaram matar a vítima. Na época, o Ministério Público denunciou os dois autores, que já foram condenador em 2015, e incluiu o assistido da DPE-AP.

Segundo Alexandre Koch, defensor público responsável pela absolvição, o assistido não participou do crime. Ele teria se aproximado da confusão no intuito de apartar a briga. Além disso, uma testemunha contrariou o depoimento da vítima, a qual afirmou ter visto o homem com uma faca na mão.

“Uma informação importante é que este assistido da Defensoria Pública hoje mora no Rio Grande do Sul e juntou todas as economias para participar do julgamento presencialmente. Ele queria dar seu depoimento olhando nos olhos dos jurados e isso foi um forte indicativo de sua inocência”, declarou Koch.

Os jurados nao consideraram o homem culpado, absolvendo-o das acusações, e o Ministério Público informou que não pretende recorrer da decisão.