Membros, servidores e estagiários finalizam curso de Português Jurídico e Instrumental promovido pela Escola Superior

O curso teve 91 inscritos e encerrou na última sexta-feira, 10.

Por Ingra Tadaiesky
13 Nov de 2023, 4 meses atrás
Membros, servidores e estagiários finalizam curso de Português Jurídico e Instrumental promovido pela Escola Superior

“Aprendizado” foi a palavra que definiu a última semana dos membros, servidores e estagiários da Defensoria Pública do Amapá (DPE-AP), que participaram do curso de Português Jurídico e Instrumental ministrado pelo professor Dr. Eduardo Sabbag. Promovido pela Escola Superior (ESUDPE), o curso teve 91 inscritos e ocorreu de 6 a 9 de novembro no auditório do Tribunal de Contas do Amapá.

Com assuntos voltados para a gramática e escrita, o curso faz parte de uma programação de capacitação continuada desenvolvida pela ESUDPE e tem como objetivo a qualificação dos profissionais da instituição.

“Foi extremamente relevante para os servidores e defensores. Promovemos uma reflexão sobre diversas utilizações da gramática no dia a dia jurídico e estamos obtendo resultados desde já, visto que os nossos servidores começaram a utilizar a revisão nos textos desenvolvidos pela Defensoria”, disse Jefferson Teodósio, diretor da Escola Superior.

Os servidores também já conseguem ver os benefícios. Romário Gomes é assessor jurídico da 1ª Defensoria Criminal de Santana e contou que o curso foi muito frutífero para sua atuação profissional.

“Os aprendizados adquiridos foram muito importantes para nos auxiliar na elaboração das peças, melhorar nosso vocabulário e nosso contato com o assistido que, por mais que tenhamos uma linguagem técnica, também temos que ter uma linguagem acessível a todos. Então nos ajudou tanto na parte técnica, como na parte social”, disse o assessor.

O professor Dr. Eduardo Sabbag contou que já esteve no Amapá antes e voltar para o estado para lecionar é gratificante.

“Foi um curso muito produtivo e eu tenho certeza que todos os ensinamentos que foram compartilhados serão úteis para o dia a dia de todos os servidores e defensores por todo o Amapá”, disse o professor.