Novas sedes da DPE-AP serão construídas com método tecnológico de montagem

A construção modular é eficiente e poupa tempo.

Por Jeanne Maciel
16 Dez de 2021, 2 meses atrás
Novas sedes da DPE-AP serão construídas com método tecnológico de montagem

 

Visando otimizar o tempo de construção das sedes regionais de cinco municípios, a Defensoria Pública do Estado do Amapá (DPE-AP), assinou na última quarta-feira, 15, contrato com a empresa especialista em construções modulares, TCI Projetos e Construções. A tecnologia, além da rapidez, garante segurança e qualidade na estrutura.

Vitória do Jari, Pedra Branca do Amapari, Ferreira Gomes, Porto Grande e Tartarugalzinho serão os municípios contemplados pelo método de construção civil.

“Ainda nos primeiros meses de 2022, a Defensoria Pública estará com uma estrutura de atendimento adequada nesses municípios, garantindo o acesso à justiça de maneira integral e gratuita à quem mais precisa, e com condições de trabalho para o defensor público e servidores”, declarou o defensor público-geral, Diogo Grunho.

Segundo a arquiteta Bianca Almeida, da DPE-AP, “a previsão é que ainda neste final de ano a construtora inicie a preparação dos terrenos e as entregas ocorram entre janeiro e fevereiro de 2022”, pontuou.

O que é a construção modular?

A construção modular, como sugere o nome, é um método de construção civil que utiliza módulos individuais pré-produzidos em linhas de montagem e instalados no local da obra. É um método que traz segurança, qualidade e agilidade.

Essa categoria de construção, além de acelerar o processo construtivo, reduz a geração de entulhos e desperdício de materiais, o que contribui para a redução de custos.