Saiba quais são os defensores públicos que compõem a administração superior da DPE-AP

Solenidade de posse aconteceu no dia 23 de março e reuniu autoridades de todo o país.

Por Caroline Mesquita
25 Mar de 2024, 2 meses atrás
Saiba quais são os defensores públicos que compõem a administração superior da DPE-AP

 

Na última sexta-feira, 23, na solenidade que reconduziu José Rodrigues como defensor público-geral, e Eduardo dos Anjos como corregedor-geral, também houve a posse dos demais membros da administração superior da Defensoria Pública do Amapá (DPE-AP). O evento aconteceu no auditório do Tribunal Regional Eleitoral da Zona Norte e reuniu autoridades de todo o país.

Para o biênio 2024-2026, Adegmar Loiola e Igor Giusti atuarão como subdefensores públicos-gerais de assuntos institucionais e administrativos, respectivamente; e Lauro Miyasato como subcorregedor-geral.

Perfis da administração superior

Adegmar Loiola - a subdefensora pública-geral para assuntos institucionais tem 39 anos, é mineira e graduou-se em Direito pela Faculdade de Ipatinga (FADIPA), em 2011. Atuou em órgãos públicos municipais e estaduais, e, após se formar, trabalhou como advogada em escritório próprio e como advogada dativa. Em 2021, tomou posse como defensora pública de carreira do Amapá, foi membro do Conselho Superior por dois anos e passou pelos Núcleos Cível de Macapá, Porto Grande, Calçoene, sendo lotada definitivamente no município de Amapá, onde esteve até 2023, quando assumiu a Coordenadoria do Núcleo Criminal de Macapá e a titularidade da Defensoria Criminal do Tribunal do Júri.

Igor Valente Giusti - o subdefensor público-geral para assuntos administrativos é amapaense, tem 33 anos e é casado. Em 2013, formou-se em Direito pela Universidade Federal do Amapá (UNIFAP). É pós-graduado em Direito Processual Penal e Direito Penal. Antes de ser defensor público, trabalhou como técnico judiciário do Tribunal de Justiça do Amapá e analista judiciário da Justiça Federal. Em 2019, tomou posse como defensor público e passou pelos Núcleos Cível de Oiapoque, Ferreira Gomes e Santana, até 2022, quando assumiu o cargo de defensor público auxiliar da Defensoria Pública-Geral.


Lauro Miyasato Junior - o subcorregedor-geral tem 36 anos, é casado e natural de Mato Grosso do Sul. Formou-se em Direito pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), em 2009, e é pós-graduado em processo penal. Em 2019, tomou posse como defensor público e atuou no Núcleo Regional de Tartarugalzinho, Núcleo Criminal de Macapá. Em 2022, tomou posse como defensor público auxiliar da Corregedoria Pública-Geral.